Penápolis, Quarta-Feira, 14/11/2018 PrincipalFale conosco
Busca
Principal Sobre o Santuário Os Freis Evangelho do dia Horários Notícias Fale conosco
 
Cadastre seu e-mail e receba uma mensagem de paz em sua caixa postal todas as semanas
Nome
E-mail
Notícias e Comunicados

ESPECIAL SEMANA SANTA - SÁBADO SANTO- 02/04/2010

VIGILIA PASCAL – Sábado Santo
 
A Vigília de Páscoa, Vigília Pascal ou a Grande Vigília, que se dá no sábado santo, é a celebração mais importante do calendário litúrgico cristão, por ser a primeira celebração oficial da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Nos diz a história, que é durante essa celebração que as pessoas, especialmente os adultos, são batizados e os adultos catecúmenos são recebidos em plena comunhão com a Igreja.
Esta celebração é marcada pela primeira entoação desde o início da Quaresma, do Canto do Glória e do Canto do Aleluia, uma forma litúrgica do Tempo Pascal.
Esta celebração começa após o por-do-sol no sábado santo fora da Igreja, onde o fogo ou fogueira são abençoados pelo celebrante. Este fogo, chamado de “fogo novo”, simboliza o esplendor do Cristo ressuscitado dissipando as trevas do pecado e da morte.
O Círio Pascal é abençoado com um rito próprio. Este Círio Pascal será usado em todo o Tempo Pascal, permanecendo na igreja, e durante todo o ano será também utilizado em batismos, Crismas, funerais, lembrando a todos que Cristo é a “luz do mundo”.
Assim que o Círio é aceso, o celebrante que preside, leva este para dentro da Igreja, onde em três tons ascendentes, cantando, anuncia: “...eis a Luz de Cristo...”, e todos os fiéis respondem “...demos Graças a Deus...”.
Chegando o Círio até o altar, o diácono ou o celebrante que preside, incensa o Círio, e é cantado solenemente o canto do “Exulte”, onde a Igreja pede que as forças do céu exultem a vitória de Cristo sobre a morte, passando pela libertação do Egito e agradecendo até mesmo a Adão pelo seu pecado “indispensável”, pois as conseqüências deste pecado provocaram a vinda de Cristo entre nós.
Ao término deste canto, segue-se a proclamação de várias leituras da Palavra, de alguns salmos, em seguida procede-se ao canto do Glória., após quarenta dias de silencio e reflexão.
Canta-se também o Aleluia de forma bastante solene, e em seguida abençoa-se a água batismal, e em caso de haver catecúmenos (adultos), procederá ao batismo.
Após a celebração destes sacramentos da iniciação os fiéis renovam seus votos batismais e recebem a aspersão da água batismal.
Depois, a liturgia acontece como de costume, iniciando a Liturgia Eucarística.
Todos os fiéis católicos ou não estão convidados a participarem desta solene liturgia. Onde vigilantes, aguardaremos e celebraremos novamente a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Nós, Frades Capuchinhos do Santuário São Francisco de Assis, desejamos uma Santa e Feliz Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo a todos os cidadãos de boa vontade de Penápolis. Que possa ressuscitar em nós a luz de Cristo, o fogo novo da perseverança diante de tantos desafios.
 
 
Principal Sobre o Santuário Os Freis Galeria de Fotos Horários Notícias Fale conosco  
 

Este site foi visitado 243461 vezes.

© 2009 Santuário São Francisco de Assis - Penápolis. Todos os direitos reservados.