Penápolis, Terça-Feira, 21/11/2017 PrincipalFale conosco
Busca
Principal Sobre o Santuário Os Freis Evangelho do dia Horários Notícias Fale conosco
 
Cadastre seu e-mail e receba uma mensagem de paz em sua caixa postal todas as semanas
Nome
E-mail
Notícias e Comunicados

" ANO DA FÉ".- 07/01/2013

Ano Novo, tempo de fé
Iniciar um novo ano é também oportunidade para um novo momento em nossa caminhada. Hoje a exemplo dos magos que, guiados pela estrela, caminharam em busca do Salvador, façamos também, pela nossa fé, a nossa busca. Busquemos para nossas vidas Àquele que se manifesta como luz para as nações: “Levanta-te Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor” (Cf Is 60,1).
Voltados para o Cristo esperado que agora se manifeste como Luz para os povos, façamos a revitalização da nossa fé neste tempo oportuno em que a Igreja nos convida à vivencia profunda dos valores humanos e evangélicos a partir da fé que professamos, pois a fé permite-nos viver com caridade, otimismo e esperança.
É necessário, sobretudo nos dias atuais, buscarmos referenciais de fé para nossa vida, percebendo o caminho que muitos fizeram com coragem e determinação em sua profissão de fé, seremos também motivados a construir o nosso relacionamento pessoal com Deus. Aqui podemos lembrar a experiência de Moisés, homem de fé, sem esta não teria conseguido guiar o povo pelo deserto e indicar o caminho da terra prometida. O Apóstolo Paulo, a partir do seu encontro pessoal com a pessoa de Jesus Cristo se coloca a serviço do Reino, constrói comunidades, e mantém viva no coração do seu povo a esperança que liberta do pessimismo. Madre Tereza de Calcutá, mulher frágil aos olhos humanos, mas de uma profundidade extraordinária no seu relacionamento com Deus. Soube testemunhar tão grande amor na doação que fez de si mesma aos pobres e abandonados. Pela fé, os acolheu com os mesmos sentimentos de Cristo.
Portanto, com tantas personagens que nos inspiram podemos fazer o nosso caminho e a nossa profissão de fé, reconhecendo que Cristo é nosso Senhor e nos convida a contemplar o mundo e seus irmãos com um novo olhar. A fé, bem acolhida e cultivada, nos oferece a possibilidade de perceber a realidade com o coração de Deus. Por isto, o cristão não é indiferente aos assuntos do mundo. O sofrimento e a dor que assolam a humanidade devem ser sentidos, sofridos e compadecidos com maior intensidade por aqueles que se declaram apóstolos de Cristo. É com atitudes proféticas que se insere na realidade, pois tem consciência que é chamado para uma missão a serviço da vida.
Ao proclamar o ano da fé o Papa Bento XVI nos lembra que, a fé não é alienação, ao contrário, é trazer ao mundo um pouco do divino, é lapidar a beleza da criação muitas vezes escondida pela nuvem da incerteza. A verdadeira alienação é não acolher, cultivar e promover o dom da fé. A busca do infinito que permeia o coração humano encontra nela seu porto seguro, pois somente através desse magnífico dom descobrimos quem realmente somos. Como dizia Santo Agostinho: “Fizeste-me para Ti, Senhor, e o meu coração inquieto está enquanto não descansa em Ti” (Confissões, l.1, n.1). Elevemos todos uma oração de agradecimento a Deus pelo dom da fé que nos enriquece, fazendo-nos mais humanos e filhos de Deus.
Frei Arcanjo de Sousa Soares


 
 
 
Principal Sobre o Santuário Os Freis Galeria de Fotos Horários Notícias Fale conosco  
 

Este site foi visitado 227592 vezes.

© 2009 Santuário São Francisco de Assis - Penápolis. Todos os direitos reservados.