Penápolis, Sexta-Feira, 24/11/2017 PrincipalFale conosco
Busca
Principal Sobre o Santuário Os Freis Evangelho do dia Horários Notícias Fale conosco
 
Cadastre seu e-mail e receba uma mensagem de paz em sua caixa postal todas as semanas
Nome
E-mail
PASTORAL DA ACOLHIDA

 Pastoral da Acolhida, O que é? 

 
     Procuramos cumprir a orientação bíblica: “Acolhei-vos uns aos outros, como Cristo nos acolheu para a glória do Pai” (Rm 15,7). É um trabalho de acolhimento aos irmãos para que possam se sentir melhor nas missas e encontros. Estamos a disposição, dentro dos nossos objetivos, para cumprir com as necessidades da comunidade. Estas são algumas das funções dos ministros da Acolhida que, na prática, deveria ser exercidas por todos nós, pois, ao abraçarmos a mesma fé, temos o dever de acolher o próximo, respondendo afirmativamente à solicitação do Pai: “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir minha voz e me abrir à porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo.” (Ap 3,20).
Característica marcante daqueles que participam da Pastoral da Acolhida é a hospitalidade, demonstrada em pequenos detalhes - que, à primeira vista, podem parecer, apenas, boa educação - fazem a grande diferença no tratamento pastoral e litúrgico da comunidade. Todo o “acolhedor” tem um forte desejo de servir, de fazer o outro mais feliz, o que se traduz num sorriso ao entregar um folheto, num abraço, num aperto de mão caloroso ou numa simpática saudação.
É necessário atender os outros de forma individualizada, a exemplo de Cristo, contemplando cada pessoa em sua unicidade. Saber se relacionar com cada pessoa e com todas as pessoas é uma necessidade da ação pastoral.
Se as normas, leis ou obrigações fizessem o bom acolhedor seria muito fácil formar uma equipe de Acolhedores, mas não é somente seguindo as normas que iremos acolher, poderemos receber bem, mas nunca Acolher. O ato de Acolher exige DOAÇÃO, RESPEITO E AMOR (Amar o próximo como a si mesmo). Mas se deixarmos nossas equipes serem conduzidas só pelo amor, a possibilidade de termos problemas serão muito grande, pois teremos o amor individual e não o amor coletivo. Para termos o amor coletivo, temos de ter respeito e compromisso a Doação.
 
Objetivo da Pastoral
 
     Preocupar-se em passar a imagem de comunidade bonita e acolhedora. Essa imagem está muito ligada à qualidade de recepção. As pessoas que vêm à nossa Igreja devem voltar para casa mais felizes e agradecidas, com a sensação de que continuar participando faz bem.
 
Atividades
 
1) Acolhe os fiéis;
2) Abri e fechamos portas e janelas;
3) Ligamos e desligamos os ventiladores.
4) Acolher também as pessoas que chegam atrasadas e acomodando-as nos bancos.
5) Observar as pessoas deficientes que não podem se locomover para que recebam a comunhão.
6) Entregar os folhetos de liturgia e de canto aos participantes da missa.
7) Atender prontamente àqueles que necessitem de qualquer informação.
8) Aconselhar e direcionar os que querem fazer parte das comunidades.
9) Atender e acolher bem a todos, principalmente, os que vêm pela primeira vez à igreja, para que tenham certeza de que, sempre que retornarem, serão bem recebidos.
 
Quando começou?
 
A Pastoral da Acolhida começou os seus trabalhos na Paróquia em 2004, motivada pelo Frei Mauro Strabeli e estruturada pelo Frei Cícero Araújo. Na reunião do dia 21 de setembro de 2004, já contando com 21 membros, foi eleita a primeira coordenação: Nacir Pereira Laranja, Luiz Carlos do Vale e Sidney. A missa de apresentação e bênçãos dos membros e suas vestes, aconteceu no Domingo, dia 27 de setembro de 2004, na missa das 19:30hs.
Atualmente a Pastoral da Acolhida conta com 70 membros, distribuídos nas Comunidades do Santuário, Bom Jesus, São José, Aparecida, Fátima, São João e São Sebastião.
 
 
 
Principal Sobre o Santuário Os Freis Galeria de Fotos Horários Notícias Fale conosco  
 

Este site foi visitado 227707 vezes.

© 2009 Santuário São Francisco de Assis - Penápolis. Todos os direitos reservados.