Penápolis, Sábado, 22/07/2017 PrincipalFale conosco
Busca
Principal Sobre o Santuário Os Freis Evangelho do dia Horários Notícias Fale conosco
 
Cadastre seu e-mail e receba uma mensagem de paz em sua caixa postal todas as semanas
Nome
E-mail
Alegremo-nos todos no Senhor!
Alegremo-nos todos no Senhor!
 
 
Estamos encerrando mais um ano de caminhada. Manifestemos a nossa gratidão a Deus pelas conquistas e pelas dificuldades superadas, pois, em muitos momentos Ele nos tomou pela mão e com atitude de pastor nos encorajou e fortaleceu os nossos passos em caminhos seguros.
A liturgia de hoje nos motiva a olharmos a Sagrada Família e entendermos o mistério da encarnação no quadro familiar. Focaliza a condição humana de Jesus e sugere algumas atitudes concretas para a vida cristã. Um dos primeiros passos é olharmos a comunhão profunda da Família de Nazaré e resignificarmos os nossos relacionamentos familiares imbuídos pelo mesmo espírito.
Vale lembrar que não foram os doutores da lei, portanto, que o encheram de sabedoria. Nem os mestres em Israel, que o guiaram no caminho da justiça. É, no seio de uma Família, entre o silêncio da escuta, a ternura do amor e o esforço do trabalho, que Jesus cresce, como o filho do carpinteiro e como Filho único de Deus. É nesta família, que se cria, ao longo do tempo, o Filho de Deus, gerado desde toda a eternidade. É no seio de uma família que Jesus cresce e se prepara para a sua missao, é neste ambiente familiar que Ele transcende em graça e sabedoria diante de Deus e dos homens (Cf Lc 2,52).
Talvez a festa liturgica que celebramos hoje seja uma motivação para, mesmo diante de seres humanos e famílias fragmentadas, possamos a partir da vivência eucaristica ser sinal de luz e esperança, guardiães deste tezouro que se chama “família”.
Sobre o presépio de Belém se detém o nosso olhar nesta oitava de Natal. Como pequenos e inocentes abeiramo-nos deste mistério de amor e dele colhemos a ternura, o encanto e a beleza com a qual Deus nos envolve através do singelo rosto de uma criança. Pois a partir deste encontro com o Menino-Deus entregue na pobreza do presépio somos motivados a aprofundar a nossa vivência de fé e atender o convite que Cristo nos faz, ou seja, Ele nos convida a contemplar o mundo e os irmãos com novos olhos. A fé bem acolhida e cultivada, nos oferece uma lente que permite perceber a realidade com o coração de Deus.
Junto ao presépio elevemos uma oração de agradecimento a Deus pelo dom da Fé que nos enriquece, fazendo-nos mais humanos e filhos de Deus.
Exultemos todos no Senhor: nasceu para nós o salvador do mundo, a verdadeira paz e felicidade. Com esse mistério de amor percebemos que Deus se encarna no humano para nos tornar seres divinos.
Que o Espírito Santo nos conduza por bons caminhos no ano de 2013 como tem feito até aqui.
 
Frei Arcanjo de Sousa Soares
 
 
 
Principal Sobre o Santuário Os Freis Galeria de Fotos Horários Notícias Fale conosco  
 

Este site foi visitado 222289 vezes.

© 2009 Santuário São Francisco de Assis - Penápolis. Todos os direitos reservados.