Penápolis, Segunda-Feira, 15/07/2019 PrincipalFale conosco
Busca
Principal Sobre o Santuário Os Freis Evangelho do dia Horários Notícias Fale conosco
 
Cadastre seu e-mail e receba uma mensagem de paz em sua caixa postal todas as semanas
Nome
E-mail
Nossa Senhora de Fátima
Untitled Document

Nossa Senhora de Ftima

Nossa Senhora de Ftima ou Nossa Senhora do Rosrio de Ftima a designao pela qual conhecida, na religio catlica romana, a Virgem Maria e Jesus Cristo, pelos catlicos ou outras pessoas que acreditam em sua apario durante meses seguidos para trs crianas em Ftima, localidade portuguesa, em 1917. A apario associada tambm a Nossa Senhora do Rosrio, ou a combinao dos dois nomes, dando origem a "Nossa Senhora do Rosrio de Ftima", pois, segundo os relatos, "Nossa Senhora do Rosrio" teria sido o nome pelo qual a Virgem Maria se haveria identificado, dado que a mensagem que trazia era um pedido de orao, nomeadamente, a orao do rosrio.

 

 

Histria

Trs crianas, Lcia de Jesus dos Santos (de 10 anos), Francisco Marto (de 9 anos) e Jacinto Marto (de 7 anos), afirmaram ter visto Nossa Senhora no dia 13 de Maio de 1917 quando apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Aljustrel, pertencente ao concelho de Ourm, Portugal.

Segundo relatos posteriores aos acontecimentos, por volta do meio dia, depois de rezarem o tero, as crianas teriam visto uma luz brilhante; julgando ser um relmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo abaixo, outro claro teria iluminado o espao. nessa altura teriam visto em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparioes), uma "Senhora mais brilhante que o sol". Segundo os testemunhos recolhidos na poca, a senhora disse s trs crianas que era necessrio rezar muito e que aprendessem a ler. Convidou-as a voltarem ao mesmo stio no dia 13 dos prximos cinco meses. As trs crianas assistiram a outras aparies no mesmo local em 13 de Junho, 13 de Julho e 13 de Setembro. Em Agosto, a apario ocorreu no dia 19, no stio dos Valinhos, a uns 500 metros do lugar de Aljustrel, porque as crianas tinham sido levadas para Vila Nova de Ourm pelo administrador do Concelho no dia 13 de Agosto.

Apario de Nossa Senhora de Ftima representada num Mosaico em Ironbound, um bairro portugus situado em Newark, Nova Jersey, nos Estados Unidos da Amrica.

A 13 de Outubro, estavam presentes na Cova da Iria cerca de 50 mil pessoas, Nossa Senhora teria dito s crianas: "eu sou a Senhora do Rosrio", e teria pedido que fizessem ali uma capela em sua honra (que atualmente a parte central do Santurio de Ftima). Muitos dos presentes afirmaram ter observado o chamado milagre do sol, prometido s trs crianas em Julho e Setembro. Segundo os testemunhos recolhidos na poca, o Sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se na terra. Tal fenmeno foi testemunhado por muitas pessoas, at mesmo distantes do lugar da apario. O relato foi publicado na imprensa por vrios jornalistas que ali se deslocaram e que foram testemunhas do fenmeno. Contudo, h testemunhos de pessoas que afirmaram nada ter visto, como o caso do escritor Antnio Srgio, que esteve presente no local e testemunhou que nada se passara e extraordinrio com o Sol, e do militante catlico Domingos Pinto Coelho, que escreveu na imprensa que no vira nada de sobrenatural.

Posteriormente, sendo Lcia religiosa doroteia, Nossa Senhora ter-lhe- aparecido novamente em Espanha (10 de Dezembro de 1925 e 15 de Fevereiro de 1926, no Convento de Pontevedra, e na noite de 13 para 14 de Junho de 1929, no Convento de Tuy), pedindo a devoo dos cinco primeiros sbados (rezar o tero, meditar nos mistrios do Rosrio, confessar-se e receber a Sagrada Comunho, em reparao dos pecados cometidos contra o Imaculado Corao de Maria) e a Consagrao da Rssia ao mesmo Imaculado Corao.

Anos mais tarde, Lcia contou ainda que, entre Abril e Outubro de 1916, teria j aparecido um anjo aos trs pastorinhos, por trs vezes, duas na Loca do Cabeo e outra junto ao poo do quintal da casa de Lcia, convidando-os orao e penitncia, e afirmando ser o "Anjo de Portugal".

Este anjo teria ensinado aos pastorinhos duas oraes, conhecidas por Oraes do Anjo, que entraram na piedade popular e so utilizadas sobretudo na adorao Eucaristia.

Sintese da Mensagem de Ftima

Segundo a Irmo Lcia, no seu ltimo livro publicado em 2006, toda a mensagem subjacente s aparies da Nossa Senhora de Ftima o seguinte:
No decorrer de toda a Mensagem, a comear pelas aparies do Anjo, encontramos um apelo orao e ao sacrifcio oferecido a Deus por amor e converso dos pecadores. Para mim, este apelo como que a norma bsica de toda a Mensagem, que comea por introduzir-nos num plano de f, esperana e amor: "Meu Deus, eu creio adoro, espero e amo-vos". aqui que assenta a base fundamental de toda a nossa vida sobrenatural: viver de f, viver de esperana, viver de amor.

Orao Nossa Senhora de Ftima

Santssima Virgem, que nos montes de Ftima vos dignastes revelar aos trs pastorinhos os tesouros de graas que podemos alcanar rezando o santo rosrio, ajudai-nos a apreciar sempre mais esta santa orao, a fim de que, meditando os mistrios da nossa redeno, alcancemos as graas que insistentemente vos pedimos. (Pedir a graa.) meu Bom Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o cu e socorrei principalmente os que mais precisarem. Nossa Senhora do Rosrio de Ftima, rogai por ns! (Rezar Pai Nosso, Ave Maria e Glria ao Pai.)


Histrico da Igreja Nossa Senhora de Ftima

As origens da comunidade motivo de orgulho para os moradores dos bairros. Sabemos que a devoo a Nossa Senhora de Ftima chegou com os portugueses e logo se espalhou, chegando at nossos dias pelos descendentes daqueles primeiros colonizadores. A Comunidade comeou no dia 15 de maro de 1931, quando os Portugueses fundaram uma Associao de Zeladora de Nossa Senhora do Rosrio de Ftima. Numa reunio presidida pelo Frei Bernardes, no dia 20 de dezembro de 1931, no salo Nobre do Colgio So Francisco de Assis, foi formada a primeira diretoria, sendo presidente o Sr. Joaquim Domingues Jnior.

A Pedra Fundamental da Igreja foi colocada no dia 13 de maio de 1935, sendo concluda na mesma data do ano seguinte. O terreno para a construo foi doado pela famlia da Sra. Antonieta Vilella. A primeira missa foi celebrada pelo Frei Domingos de Riese.

A Comunidade formada hoje por diversas pastorais: Catequese, Batismo, Ministros Extraordinrio da Eucaristia, Dzimo, Vicentinos, Acolhida, Legionrios e vrios grupos de reflexo e msica.

Toda parte espiritual conduzida pelos Freis Capuchinhos e pelo nosso Dicono Permanente Antnio Fachine que mora com seus familiares nos fundos da Igreja. Temos missas todas as Quintas-feiras, s 19h30min e aos Domingos, s 8h.

No ms de Maio, ms Mariano, temos festa durante o ms inteiro. Comeamos com Quermesse em trs finais de semana e no dia 13, dia de Nossa Senhora de Ftima, reza do tero durante o dia, procisso, missa festiva e coroao de Nossa Senhora de Ftima. A nossa quermesse uma das mais tradicionais da regio.


Av. Minas Gerais, 416 Vila Ftima
MISSAS: QUINTA-FEIRAS 19h30min DOMINGO: 8h

 
 
Principal Sobre o Santuário Os Freis Galeria de Fotos Horários Notícias Fale conosco  
 

Este site foi visitado 257999 vezes.

© 2009 Santuário São Francisco de Assis - Penápolis. Todos os direitos reservados.